'Vi minha mãe chorando', diz menino que pediu comida à polícia



“Oi sua policial. É que aqui em casa não tem nada para a gente comer. Minha mãe só tem farinha e fubá pra comer”. Foi assim que Miguel Barros, de 11 anos, expôs a situação que afligia a ele, seus cinco irmãos, e a mãe, Célia Arquimino Barros, de 46 anos, há dias. Desde então, sua história tem gerado comoção e sensibilizado centenas de pessoas.

Morador de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o menino conta que dediciu fazer a ligação para o 190 quando chegou em casa, na última 3ª feira (2.ago), e flagrou a mãe chorando. A família estava sobrevivendo a base de água e fubá

Quem desejar contribuir, pode entrar em contato a Cabo Fernanda, do 35º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, no telefone (31) 999203-7809. Moradores da região também podem entregar doações no local.
#sbtnews #fome #miguel #políciamilitardemg #fome

32 thoughts on “'Vi minha mãe chorando', diz menino que pediu comida à polícia”
  1. Esse menino foi um herói, confiou na polícia na hora que sua mãe precisou. Esses policiais TB foram heróis, levando em consideração o apelo dessa criança. Espero que as portas se abram pra essa família 😘🙏

  2. Parabéns pros policiais militares!! Que Deus os abençoe ricamente, continuem exercendo com dedicação esse lindo sacerdócio que é cuidar da vida, patrimônio e bem estar das pessoas.

  3. Que atitude linda desses policiais. Que Deus dê em dobro cada bem que eles praticarem na vida do próximo. Parabéns também a todos que estão ajudando de alguma forma essa família , que Deus os abençoe. Fome dói

  4. VCS DO SBT NAO TEM LIMITES EXPLORANDO A DESGRAÇA QUE VIVE O POVO ..É LOGICO SE PEDIR SERÁ DADO..MÁS CADÊ O EMPREGO CADÊ??? RESOLVEU O POBLEMA CLARO QUE NÃO!!!

  5. Parabéns à policial que atendeu a chamada do garoto e também ao supermercado que doou os alimentos.
    A imensa maioria dos policiais do Brasil são ótimas pessoas e merecem meu respeito e admiração.
    Espero que auxiliem essa mãe a encontrar um bom local para deixar seus filhos para poder ir trabalhar, pois ve-se que é uma ótima mãe.
    Infelizmente às circunstâncias da vida nem sem são boas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.